Blog

Projeto luminotécnico: como fazer!

outubro 7, 2023

Projetos

WGB Engenharia

A iluminação possui um papel fundamental na hora de criar ambientes funcionais, agradáveis e com uma estética satisfatória. Por isso, o projeto luminotécnico se mostra uma ferramenta indispensável para garantir uma melhor apresentação do local e, também, ampliar a sensação de segurança, conforto visual e destaque para as paisagens.

Neste artigo, será possível entender como esse processo é essencial, quem são os profissionais responsáveis por sua execução e em quais locais pode ser aplicado para melhorar a qualidade do ambiente.

O que é um projeto luminotécnico?

Um projeto luminotécnico nada mais é do que um plano elaborado com a ajuda de profissionais especializados na área de iluminação. Seu principal objetivo está voltado para a criação de ambientes com iluminação adequada e eficiente, garantindo maior visibilidade e funcionalidade para esse elemento natural.

Os projetos podem ser facilmente utilizados em espaços como lojas, residências, escritórios, museus, teatros e qualquer outro local que precise desse tipo de apoio. O projeto toma como base uma série de fatores, como a utilização do espaço e as atividades que são realizadas nele.

Além disso, um bom projeto luminotécnico também envolve a escolha e o posicionamento adequado de todas as luminárias, além do cálculo da quantidade de luz necessária, a escolha das lâmpadas, a forma como a luz é distribuída no ambiente e as fontes mais adequadas para o lugar.

Elaboração do projeto

A elaboração de um projeto como esse, na maior parte das vezes, envolve um longo estudo do espaço e de todas as necessidades de um cliente em específico. As normas técnicas também são levadas em consideração, bem como os princípios de design de iluminação para que tudo saia conforme o planejado.

Quem é o responsável pelo desenvolvimento do projeto luminotécnico?

São vários os possíveis responsáveis por um projeto luminotécnico. Dentre eles, estão:

  • Arquitetos: é muito comum que alguns arquitetos possuam um amplo conhecimento sobre a área de iluminação, podendo desenvolver projetos luminotécnicos voltados para a arquitetura. Esses profissionais consideram a integração da iluminação ao projeto de maneira geral, usando aspectos estéticos, técnicos e funcionais em conta;
  • Designers de iluminação: esses profissionais são especializados em design de iluminação, possuindo maior conhecimento sobre técnicas e tecnologias de iluminação. São responsáveis por trabalhar em parceria com arquitetos e outros profissionais para criar mais projetos capazes de atender a objetivos estéticos e funcionais, usando diferentes técnicas de iluminação e seus efeitos luminosos;
  • Engenheiros elétricos: os engenheiros elétricos possuem maior especialização em iluminação e sistemas elétricos. Sendo assim, acabam se mostrando responsáveis por fazer o dimensionamento e calcular as cargas elétricas, além de selecionar os dispositivos de iluminação mais adequados;
  • Luminotécnicos: por fim, ainda há os luminotécnicos, que são profissionais que voltam seus conhecimentos apenas para a iluminação, além de terem se aprofundado em questões relacionadas às fontes de luz, técnicas de cálculo luminotécnico, regulamentações relacionadas à iluminação e normas técnicas.

O que um projeto de iluminação abrange?

São vários os aspectos abordados por um projeto luminotécnico. Dentre eles, estão:

  • Análise do ambiente: o profissional responsável pelo projeto realizará, de maneira detalhada, uma análise do ambiente, tomando como base a sua função, o layout, as dimensões, as cores, as características arquitetônicas e os materiais usados;
  • Distribuição de luz: em seguida, o projeto precisa definir a distribuição da luz em um determinado ambiente, identificando os pontos de luz, a localização e a intensidade mais adequada;
  • Cálculos luminotécnicos: os cálculos são realizados para determinar uma quantidade de luz que se mostra necessária para cada uma das áreas do ambiente, considerando a atividade a ser realizada no ambiente, além da luminosidade exigida e as características do espaço;
  • Escolha das lâmpadas e fontes de luz: tomando como base as necessidades do ambiente e as características solicitadas pelo cliente, o projeto luminotécnico definirá quais são as lâmpadas e fontes de luz mais indicadas naquela situação;
  • Controle da iluminação: o projeto também precisará levar em consideração os mecanismos que fazem o controle da iluminação, como é o caso dos interruptores, dimmers, sensores de presença ou sistemas automatizados. Cada um desses recursos é responsável por ajustar a intensidade da luz usando as necessidades do espaço como base;
  • Eficiência energética: a eficiência energética é um elemento de extrema importância, que cada vez mais precisa ser levado em consideração. Dentro do projeto, serão exploradas soluções que reduzirão o consumo de energia e melhorarão a eficiência do uso da luz;
  • Estética e valorização do espaço: o projeto também tem como objetivo valorizar o espaço utilizado e criar ambientes que sejam, esteticamente, agradáveis. Sendo assim, por meio de técnicas de iluminação, ambos os objetivos poderão ser facilmente alcançados;
  • Normas e regulamentações: o projeto precisará estar em conformidade com as leis e regulamentações do local onde a iluminação será ajustada, o que poderá garantir a segurança e a qualidade da instalação.

Onde o projeto luminotécnico é aplicado?

São muitos os locais onde um projeto luminotécnico pode ser aplicado. Os principais são:

  • Comércios: a iluminação é de extrema importância para conseguir apresentar melhor os produtos e criar atmosferas de compra confortáveis para os clientes;
  • Residências: cria ambientes mais aconchegantes, funcionais e com uma estética agradável nas mais diversas áreas, como quartos, cozinhas e salas;
  • Escritórios e ambientes de trabalho: o ambiente de trabalho se torna mais produtivo com uma boa iluminação, melhorando o conforto visual e reduzindo o cansaço;
  • Espaços públicos: a iluminação será projetada para garantir maior segurança, orientação das pessoas e melhorar o destaque para os projetos arquitetônicos.

 

De uma forma geral, o projeto luminotécnico só traz vantagens para os ambientes onde ele é desenvolvido. Sendo assim, é importante investir na área e, principalmente, em profissionais capacitados para isso.